2leep.com

Play Zone Games

Rua:Deputado Orlando Jurca Nº11 - Quintino 2 - Ribeirão Preto- Fones (16) 3974-3060 ou (16) 91265373.

Playstation 2 Slim

Acompanha 2 controles e 1 memory card.

Nintendo WII

Play Zone Games - Ribeirão Preto - SP.

Playstation 3 Slim desbloqueado

Na compra você pode pagar em até 6 vezes sem juros no cartão de crédito e ainda leva 10 jogos.

XBOX 360 Slim Desbloqueado

Na compra você pode pagar em até 6 vezes sem juros no cartão de crédito e ainda leva 10 jogos.

23 de fev de 2011

Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper - Xbox360

Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper é mais um capítulo da série baseada no famoso detetive, desenvolvida pela Frogwares. O jogo coloca o personagem de Arthur Conan Doyle contra o criminoso anônimo da vida real, Jack o Estripador, em um cenário baseado na Era Vitoriana do final do século XIX.

O jogo é basicamente um “point and click” mais elaborado, com diversos outros sistemasa para análise de pistas e de fatos, além de um sistema de dedução de forma a chegar a algumas conclusões a respeito dos casos em pauta. No entanto, possui gráficos mais desenvolvidos e uma jogabilidade mais recheada do que outros games do gênero.

O destaque deste título vai para o sistema de reprodução dos eventos do crime, onde Holmes e Watson interpretam os envolvidos e o jogador deve determinar os parâmetros da cena para atingir o resultado correto. Outra característica importante é a interligação das pistas no sistema de dedução, onde opções corretas irão conectar os pequenos papéis das anotações.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Spider-Man: Web of Shadows - Xbox360

Spider-Man: Web of Shadows é um jogo de ação/plataforma no qual você encarna na pela do super-herói mais carismático do universo Marvel, o cabeça de teia em pessoa, o Homem-Aranha.

Desta vez você deve encarar um desafio de proporções extraterrenas, um simbionte alienígena gigantesco, da mesma espécie que se uniu a Peter Parker e mais tarde a Eddie Brock, atacou a cidade de Nova Iorque. Agora a cidade em ruínas precisa de um herói mais do que nunca.

Web Of Shadows faz uso de um sistema de evolução do personagem que irá destravar vários poderes e golpes especiais ao longo da sua jornada, além de introduzir uma nova dinâmica a franquia, conferindo maior liberdade ao jogador, que poderá optar por conduzir suas missões de forma mais altruísta ou um egocêntrica.

Este sistema de interpretação também irá permitir que você faça alianças com outros heróis e até mesmo vilões do panteão Marvel, que estão presentes no jogo.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Battlefield 2: Modern Combat - Xbox360

Battlefield 2 Modern Combat é o primeiro título da série Battlefield a figurar entre os consoles. A franquia Battlefield se tornou famosa pelos combates multiplayer com até 64 jogadores simultâneos. No caso de Modern Combat, há uma relevância maior no modo Campanha (Single-Player), porém a principal diversão continua sendo ainda as disputas no Multiplayer, limitada aqui em 24 jogadores para o Xbox 360.

O cenário envolve um eventual conflito entre as forças armadas da OTAN e a China, tendo como território de batalha o Cazaquistão. A jogabilidade permanece a mesma da versão PC, com exceção do prejuízo causado pela imprecisão dos joysticks. De resto, estão lá os veículos e mapas enormes prontos para servirem de instrumentos para muitas horas de disputas multiplayer. A presença de um sistema de rankings é bastante gratificante, pois recompensa os melhores jogadores com bônus e benefícios funcionais no jogo.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Need for Speed: Hot Pursuit - Xbox360

Se Need for Speed: Shift pode devolver a franquia para o seu tradicional lugar de destaque, Hot Pursuit marca um verdadeiro renascimento da série. A chave para executar essa tarefa ficou para a Criterion, cuja “boa mão” para jogos estilo “arcade” tornou-se evidente na série Burnout.

A grande pergunta aqui é: entre “mocinhos” e “bandidos”, de que lado você vai ficar? Tanto policiais quanto suspeitos devem contar com modos de jogo exclusivo. Interceptor, por exemplo, é o típico modo de perseguição, tornado muito mais impactante pela excelente sensação de velocidade de Hot Pursuit. Ao final, policiais subjugam perseguidos... ou estes simplesmente deixam para trás nada além de marcas de pneus.

Alguns detalhes tornam ainda as disputas muito mais interessantes como, por exemplo, os power-ups. Caso você seja um policial, isso significa que será possível lançar mão da ajuda aérea de um helicóptero ou ainda pedir um bloqueio da rodovia . Também é possível causar interferência nos radares, o que torna os minimapas inúteis. Um pouco mais portentoso, o pulso eletromagnético paralisa temporariamente o oponente.

Grande parte da vanguarda de Hot Pursuit vem da conectividade praticamente sem precedentes na série. Um nome? Autolog. Trata-se da rede social exclusiva desenvolvida pela Criterion. Entre as funcionalidades, o aplicativo puxa automaticamente dados dos seus amigos, recomendando desafios baseados nas suas atividades. Existe até mesmo uma rede estilo Twitter própria aqui, com status atualizados conquistas e fotos.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Halo 3: ODST - Xbox360

Halo 3: ODST é um jogo de tiro em primeira pessoa, parte da série Halo. Embora possua nova campanha, protagonista e cenário, o título está sendo colocado como uma expansão, devido à curta duração e o fato de explicar uma parte da história anterior aos eventos de Halo 3. No entanto, não será necessário possuir este último para jogar ODST.

O jogador assume o comando de um simples soldado, ao invés do Master Chief dos jogos anteriores, o que modifica levemente o modo de jogo visto que este protagonista é mais vulnerável. Isto significa que existem mais elementos táticos e de subterfúgio neste título do que em outros da franquia. No entanto, isto não significa que o foco mudou, a ação ainda é um elemento primordial.

Com uma história que se passa durante os acontecimentos de Halo 2, a trama se desenrola com o personagem devendo descobrir o que aconteceu com seus companheiros após uma invasão por parte dos extremistas religiosos do Covenant à cidade de New Mombasa, no Quênia.

Novos modos multiplayer vêm integrar esta nova adição à série, além dos tradicionais pontos de conquista recebidos por se completar a campanha single player. Existem também pacotes de mapas, que possuem pontos próprios adicionais.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Guitar Hero: Warriors of Rock - Xbox360

Warriors of Rock traz toda a base de sucesso da franquia Guitar Hero e tenta combinar a jogabilidade já conhecida por jogadores de todo o globo com novos modos de jogo. O Quest Mode coloca o jogador na pele de um dos grandes astros da série (como Johnny Napalm, Axel Steel, Lars Umlaut e Judy Nails), na tentativa de avançar na “trama”, desbloquear novas habilidades por meio do sucesso nas músicas e, por fim, tentar vencer “A Besta”.

Outro destaque é a opção QuickPlay+, que traz 13 tipos de desafios aos gamers experientes. Cada um desses desafios conta com três níveis de dificuldade: Gold, Platinum e Diamond. A recompensa vem na forma de acessórios para os músicos, cenas dos bastidores e novos instrumentos virtuais. Para a felicidade de muitos, o QuickPlay+ suporta tanto as músicas do novo game quanto as 500 trilhas oferecidas como DLC (conteúdo disponível via download) para os jogadores de World Tour.

São disponibilizadas mais de 90 músicas de artistas expressivos, como AFI, Anthrax, Avenge Sevenfold, Black Sabbath, Slayer e Slipknot. Uma novidade é que Dave Mustaine, da banda Megadeth, criou e gravou uma música original para Warriors of Rock com o nome de Sudden Death. Um toque pessoal de um músico conhecido pelos apreciadores de rock pesado.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Golden Axe: Beast Rider - Xbox360

"Golden Axe" é um dos maiores clássicos da Sega, um "beat'em up" (aquele gênero, geralmente de visão lateral, no qual o combate, geralmente com as mãos ou com arma branca, figurava como parte essencial da mecânica de jogo) que trazia um trio de guerreiros que buscava vingança contra o vilão Death Adder.

Como um game desse tipo, a progressão se dava fase após fase, mas no "Golden Axe" de nova geração, a exploração é mais livre, permitindo percorrer um grande mapa. O esquema parece lembrar uma espécie de "Grand Theft Auto" inserido no mundo fantasioso de um "Conan", por exemplo. Existem também "veículos", como dragões que podem ser montados.

A protagonista é a amazona Tyris Flare. Os outros dois heróis dos games anteriores, o guerreiro Ax Battler e o anão Gillius Thuderhead, aparecem como coadjuvantes. Os combates são feitos no melhor estilo "pilhar e destruir" ("hack and slash", no termo em inglês), podendo fazer diversos golpes com a espada. A amazona também tem a disposição algumas magias (no original, seus feitiços usavam o fogo como matéria-prima).

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

The Elder Scrolls IV: Oblivion - Xbox360

The Elder Scrolls IV: Oblivion é um RPG lançado pela desenvolvedora Bethesda Softworks. O jogo se destaca pelo enorme cenário realçado por ótimos gráficos, não só profundos e detalhados mas bonitos, inúmeras quests e vida-útil de quase 200 horas de jogo.

Oblivion inicia com o protagonista sem um enredo ou história inicial, colocando-o em uma prisão, a princípio sem alternativas para sair dali. Para a felicidade do jogador, porém, o imperador do reino entra na cela com guardas e começa um misterioso diálogo com preso. Após isso, abre uma passagem secreta por onde o personagem tem a oportunidade de escapar. Mais adiante, depois de alguns infelizes eventos, o ex-prisioneiro se encontra na missão de salvar todo o continente de uma legião de bestas infernais provenientes de um portal chamado Oblivion.

Realmente, o aspecto gráfico do jogo é impecável e apresenta uma das melhores impressões visuais já vistas em um jogo. Amplas montanhas com horizontes profundos deslumbram qualquer um com luzes belas, gramas e árvores vivas e naturais, animais por todo lado e relevo realista. A trilha sonora é bem trabalhada porém poderia ser mais completa, com músicas em maior número e de diferentes estilos. A principal crítica a ser feita é a escassez de tipos de criaturas e inimigos, além de quests eventualmente repetitivas. A jogabilidade é marcada pela simplicidade de "aponte, clique e ataque", junto a um inventário igualmente intuitivo. Mesmo com esses pontos negativos, não é possível negar a qualidade de The Elder Scrolls IV: Oblivion e sua importância no gênero RPG.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Red Dead: Redemption - Xbox360

Red Dead Redemption é muito diferente do primeiro game (Red Dead Revolver) em uma série de quesitos. É claro, o faroeste continua mais forte do que nunca, mas a Rockstar inova bravamente no que diz respeito ao mundo aberto do jogo. O cenário é simplesmente impressionante.

Desta vez, o personagem principal é John Marston (e não Red Harlow, de Revolver), um fora-da-lei que sossegou e não causa mais problemas à sociedade. Só que "alguns assuntos" do passado vêm à tona e forçam Marston a abandonar sua família e sua casa. O resultado? Uma vida selvagem com muitas corridas a cavalo, pancadarias em trens e caçadas.

De forma contrária ao antecessor de Redemption, somente um personagem — Marston — é controlado. Ainda assim, o modo Deadeye ainda consta no novo jogo, fazendo com que o protagonista se mova mais lentamente para uma maior precisão dos disparos. Gradativamente, o jogador consegue explorar cada vez mais esse modo até chegar a um ponto em que vários inimigos sucumbam à velocidade do personagem.

O cavalo do jogador é essencial em certas situações. Além de combater em cima da montaria e utilizar o sistema Deadeye enquanto montado, o gamer tem a chance de passear com o equino pelos cenários liberados e enfrentar inimigos montados de maneira emocionante. Mérito para a tecnologia Euphoria, que garante uma boa variedade de animações de morte dos oponentes.

Como um todo, Redemption se assemelha bastante a certos games da série GTA. Há, sim, autoridades locais, pessoas de todos os tipos e muitos ambientes a serem explorados, principalmente dentro das cidades maiores. Minigames também tomam um pouco do tempo do jogador durante a estadia de Marston nas comunidades. Bem, quem nunca quis brincar de bater rapidamente com uma faca afiada por entre os cinco dedos da mão?

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Rainbow Six: Vegas - Xbox360

Tom Clancy's Rainbow Six Vegas é um jogo de tiro em primera pessoa desenvolvido pela Ubisoft Montreal que coloca o jogador no papel de um comandante de uma equipe de forças especiais dos Estados Unidos combatendo grupos terroristas em Las Vegas. Presumindo-se: tal tema está realmente em voga, principalmente se tomarmos como exemplo outros títulos da própria Ubisoft, como Splinter Cell Double Agent ou mesmo Ghost Recon Advanced Warfighter , já que todos eles de uma forma ou de outra aproveitam-se da paranóia do terrorismo criada a partir dos ataques de onze de setembro como matéria-prima para suas histórias — quem sabe o próximo cenário não se passe na nossa tríplice fronteira?

Com as missões devidamente designadas por um superior, o jogador deverá executar manobras de assalto cirurgicamente letais em Las Vegas, a "cidade do pecado". Para tanto, existirão muitos momentos ousados, como descidas por cordas de aviões ou a partir de telhados, executando-se movimentos de rapel. Algo bastante interessante em Rainbow Six Vegas é — a exemplo de Gears of War — a mecânica de se usar constantemente obstáculos como cobertura. Nesse modo, a câmera foge do foco de primeira pessoa estrito para a visão over-the-shoulder (sobre os ombros), permitindo uma visão mais realista do combate. A vida do personagem, contudo, já não é realista já que sua saúde é restabelecida após um certo período de descanso, não havendo a exigência de se curar constantemente com itens.

Algo bastante desejável também é que os jogadores designem ordens ao seus homens, mandando-os suprimir fogo inimigo, irem a locais estratégios além é claro de te dar cobertura. Os gráficos são muito fortes e detalhados, auxiliando a trama e a emoção que só um título da franquia de Tom Clancy consegue transmitir.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Ghost Recon: Advanced Warfighter 2 - Xbox360

"Ghost Recon Advanced Warfighter 2" começa pouco tempo após o ponto em que o original parou, colocando o jogador no controle de uma unidade militar de elite dos Estados Unidos, conhecida como "Ghosts". No ano de 2014, um conflito entre mexicanos e uma força rebelde insurgente deixa o país em uma guerra civil de proporções devastadoras.

Sob o comando do capitão Scott Mitchell, os Ghosts são chamados para enfrentar a ameaça iminente aos Estados Unidos, que corre risco de ataques. Equipados com o que há de melhor em termos de tecnologia, a equipe precisa lutar nos dois lados da fronteira para neutralizar os rebeldes.

Assim como no antecessor, "Ghost Recon Advanced Warfighter 2" apresenta não somente gráficos modernos, mas efeitos de física convincentes, recriando com perfeição ambientes urbanos devastados pela guerra. Os efeitos visuais incluem explosões fumaças e ciclos entre o dia e a noite, além de diferentes condições meteorológicas.

Pela primeira vez, a série traz missões em solo norte-americano, com cenários em terrenos montanhosos, desertos e na região de El Paso, no Texas. A Ubisoft promete um sistema de inteligência artificial aprimorado, com mais possibilidades estratégicas para o esquadrão.

O sistema Cross-Com, agora em versão 2.0, permite ter uma perspectiva da visão das unidades aliadas, além de fornecer dados sobre todo o campo de batalha, ajudando a bolar táticas e planos para as manobras militares. Agora, é possível convocar ataques aéreos e até suporte médico.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Call of Juarez: Bound in Blood - Xbox360

"Call of Juarez: Bound in Blood" é continuação do jogo situado no velho oeste "Call of Juarez", lançado em 2007. A nova história, no entanto, mostra eventos anteriores ao original, ainda misturando referências a clássicos filmes do gênero das décadas de 60 e 70.

Os protagonistas são os irmãos Tom e Ray McCall, donos de habilidades e características distintas - um é forte e lento, enquanto o outro é menor e mais ágil. A dupla parte em uma longa jornada à procura do tesouro perdido de Juarez, contornando uma série de situações extremas como batalhas campais entre as tropas de infantaria e os índios. A aventura começa nos campos do estado da Georgia, devastados pela guerra civil, passando por desertos e desfiladeiros até chegar às ruínas aztecas do México.

O jogador pode escolher um dos irmãos McCall e seguir em rota de ação, ainda utilizando o concentration mode para despachar os inimigos - em uma espécie de câmera lenta, é possível marcar os alvos para que todos sejam atingidos em seqüência. Duelos também estão presentes e voltam mais complexos, pedindo que o jogador não apenas atire mais rápido, mas que também se posicione de tal forma que possa enganar o adversário na hora do saque, se esquivando ou fingindo algum movimento.

O aspecto multiplayer recebeu bastante atenção também. Um dos destaques é um modo cooperativo que reencena momentos clássicos da história dos EUA, como o famoso tiroteio do OK Curral - aquele em que o lendário xerife Wyatt Earp e seus irmãos enfrentaram os bandidos do bando dos Clanton. Entre os competitivos há disputas entre times de xerifes e ladrões, além de um modo chamado de "Wanted", que coloca a cabeça do jogador a prêmio à medida em que ele arrecada mais dinheiro.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Condemned: Criminal Origins - Xbox360

Condemned: Criminal Origins é um jogo de tiro em primeira pessoa com ênfase na investigação e no terror psicológico. Embora seja apresentado sob uma perspectiva diferente de jogos como Resident Evil e Silent Hill, o título pode ser considerado também um horror survival por conta do clima tenso constante que ele apresenta.

O jogador é colocado na pele de Ethan Thomas, um investigador do FBI que, em uma busca incessante por um serial killer, acaba preso em um perigoso bairro da cidade fictícia norte-americana. Durante as investigações, a situação de Thomas se agrava; inexplicavelmente, os habitantes do bairro são afetados por um fenômeno que os torna psicopatas extremamente violentos.

As armas de fogo são raras e a munição, escassa, em Condemned: Criminal Origins. A maior parte dos combates, portanto, é feito com armas de contato, como canos ou pés-de-cabra, que podem ser encontradas em qualquer lugar do cenário. Além disso, o game enfatiza a exploração de forma nunca vista; você tem a sua disposição um kit completo para o recolhimento de evidências e a busca por pistas.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Aliens Vs. Predator - Xbox360

Dez anos após o lançamento do primeiro Aliens vs. Predator, eis que a Rebellion volta a apostar na franquia que foi responsável por colocá-la no mapa. O conceito básico do jogo permanece praticamente inalterado. Aliens, um predador e vários fuzileiros coloniais são misturados em um único jogo, dando a você a oportunidade de experimentar cada uma das facções.

Dessa vez, o jogo ainda contará com uma história estritamente linear, com um estilo bastante semelhante ao de Call of Duty, com a perspectiva mudando após cada fase. Durante o trama, o jogo ainda alterna entre três campanhas, cada qual assumindo os passos de uma das criaturas envolvidas no jogo: aliens, o predador e os fuzileiros coloniais.

Cada uma dessas campanhas terá um andamento próprio, intimamente relacionado com a natureza do protagonista. Assim sendo, enquanto jogar com o predador assume cores nitidamente “stealth”, com os aliens a coisa tende mais para velocidade a ataques constantes, enquanto que jogar como um fuzileiro colonial deve colocar o jogador em uma espécie de “survival horror”.

O jogo ainda traz o arsenal futurista típico dos filmes. Armas de grosso calibre, múltiplos modos de visão (no caso do predador) e um bom banho de sangue ácido (aliens). O predador também mantém os seus avançados esquemas de ocultação (invisibilidade) e a sua icônica garra de lâminas — que possibilita no jogo as chamadas “trophy kills”, responsáveis por garantir um abastecimento constante de energia.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Jurassic: The Hunted - Xbox360

Jurassic: The Hunted é um jogo que leva os gamers a controlarem Craig Dylan, um expert em armas e sobrevivência. O cenário? Nada mais atraente que o Triângulo das Bermudas. Com isso, Dylan deve enfrentar predadores monstruosos nunca vistos na face da Terra. A experiência é um tanto frenética, sendo que ataques de dinossauros apavorantes vindos de todas as direções mantêm os jogadores ocupados por um bom tempo.

Há, ainda, a possibilidade de participar de combates interessantes dentro de arenas e construções fortificadas. Uma série de modos de sobrevivência variados também serve como diferencial em relação aos demais FPS — games de tiro em perspectiva de primeira pessoa — que envolvem dinossauros.

Outro aspecto interessante de The Hunted é a aplicação de injeções de adrenalina. Isso faz com que Dylan participe da ação em câmera lenta, podendo atingir os pontos fracos das criaturas com maior precisão. De modo geral, um título altamente recomendado para quem gosta de intensidade e ambientes... Jurássicos.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Resident Evil 5: Gold Edition - Xbox360

Resident Evil 5, lançado em março de 2009, é um game que causou impacto e impressionou os fãs da franquia pela qualidade impressionante da combinação entre ação e qualidade técnica. Não tardou para que a Capcom planejasse a chegada de extras muito interessantes para quem gostou das empreitadas de Chris Redfield e Sheva.

Gold Edition é uma versão especial que, além de contar com todo o jogo original, oferece alguns extras de peso, como dois conjuntos de episódios inéditos para quem conhece apenas a trama inicial de RE5. Lost in Nightmares e Desperate Escape são dois pacotes que podem ser baixados separadamente, mas estão inclusos nesta "edição dourada" do game.

Quem resolver adquirir Gold Edition tem a possibilidade de conferir (dentre outros itens) quatro novas vestes, novidades no modo Mercenaries Reunion e personagens que não aparecem originalmente em Resident Evil 5.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Brothers in Arms: Hell's Highway - Xbox360

A concorrência entre os jogos que se baseiam na Segunda Guerra Mundial é acirrada, mas mesmo assim, a série "Brothers in Arms" conseguiu se destacar com suas edições "Road to Hill 30" e "Earned in Blood". Agora, a guerra se muda para a nova geração de consoles, que promete um realismo nunca visto antes.

O game se baseia na operação dos Aliados chamada Market Garden, posta em prática perto do Natal de 1944. Agora, a missão dos soldados Baker e Hartsock é assegurar estradas e pontes que levam à Alemanha nazista por terra. Naturalmente, essa operação em Eindhoven, Holanda, será cercada de batalhas sangrentas, daí o subtítulo deste terceiro "Brothers in Arms".

O objetivo final do game é o absoluto realismo, tendo a favor a grande capacidade dos consoles de nova geração e placas 'hi-end' para PC. A filosofia do game será a mesma, ou seja, uma mistura de tiro em primeira pessoa com estratégia. Ou seja, a habilidade para mirar e atirar é essencial, mas pensar de modo estratégico, com o intuito de causar o mínimo de baixas, pode ser tão ou mais importante para a vitória que a pontaria.

Sendo assim, o sistema de comando para seus subordinados deverá ser bem completo. Com táticas bem-planejadas, será possível pegar os inimigos de surpresa. Agora, serão três times sob seu comando e os soldados possuem equipamentos diferentes, para as mais variadas funções. É possível até mesmo ordenar ataques aéreos, como tem se tornado comum nesse tipo de jogo.

A mira foi melhorada. Desta vez, apenas o plano em que se encontra o alvo está focado, e o restante fica borrado. Isso, além de trazer realismo e um belo efeito visual, também ajuda a enxergar o oponente em questão.

O visual é, por ora, um dos mais impressionantes da nova geração. Os detalhes estão em todos os cenários, mas são as sombras que criam o realismo quase fotográfico do game. Além disso, o modelo dos personagens também parece humanos de verdade e traz uma riqueza de expressões faciais abismal. Mesmo texturas difíceis de reproduzir, como a pele, estão bem mais naturais que de outros títulos.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Call of Duty: World at War - Xbox360

Após três bem-sucedidos jogos de tiro, ambientados durante a Segunda Guerra Mundial, o que se pode fazer para dar nova vida à série? Fácil: basta levar tudo para os tempos atuais e adicionar um monte de novidades. Foi mais ou menos assim que a franquia "Call of Duty" se firmou como uma das maiores do gênero, alcançando a espantosa marca de 10 milhões de cópias vendidas com "Call of Duty 4: Modern Warfare", o responsável por transportar os horrores da guerra para os dias de hoje.

E em seguida, o que fazer? Levar para o futuro? Em uma decisão um tanto quanto controversa, a Activision fez o caminho de volta para o novo título de sua grife - que agora até mesmo perdeu a numeração - e o quinto "Call of Duty" mergulha com tudo de volta na Segunda Guerra, desta vez explorando novos eventos do clássico cenário.

"Call of Duty: World at War" não tem a mão dos pais da série, o pessoal da Infinity Ward, e ficou a cargo da Treyarch, que adotou "Call of Duty 3" às pressas enquanto o time mais famoso preparava "Modern Warfare" - o que resultou nas críticas mais negativas da franquia.

A série perdeu o número no título, uma estratégia para fixar a marca como um sinal de qualidade. Após a ótima aceitação da versão anterior, a Treyarch resolveu explorar novas facetas do intrigante conflito, desta vez visitando o lado oriental da ação. São duas novas campanhas, uma passada na União Soviética em momentos finais da guerra, com o exército vermelho de Stalin como ponto central; já a outra, bem mais distante dos cenários urbanos tradicionais, é a campanha nas ilhas do Pacífico, mostrando os combates das tropas aliadas contra as forças imperiais japonesas.

É fácil perceber os motivos que levaram a esta mudança geográfica, além da necessidade de fugir dos cenários tradicionais utilizados à exaustão em vários jogos similares. Com o poder da atual geração, é possível finalmente explorar a fundo os aspectos fundamentais destes novos teatros de guerra, como as questões climáticas importantes para o sucesso dos soldados russos, e a criação de florestas realistas para compor um cenário verossímil das lutas no litoral do Pacífico.

Claro que o modo online também é indispensável: a produtora não apenas manteve o sistema de evolução de personagens como também o utilizou como base em "World at War", adicionando uma série de novidades, como o uso de veículos na ação.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Dynasty Warriors 6 - Xbox360

"Dynasty Warriors" começou sua guerra como jogo de luta um contra um, para PSOne, em 1997. Contudo, ao estrear no PlayStation 2, adquiriu o formato de hoje e se tornou o carro-chefe da produtora Koei.

"Dynasty Warriors 6" é o primeiro da série feito exclusivamente para a atual geração de consoles (sem contar o paralelo "Dynasty Warriors: Gundam"). Sendo assim, a sua principal característica, a de lutar contra um mar de inimigos, foi reforçada.

Mais uma vez, o jogador escolhe um personagem entre generais de um dos três clãs rivais do game. Como num RPG, à medida que vai derrotando os adversários, acumula-se experiência e vai ficando cada vez mais forte.

Junto com o "level", ganha-se pontos para liberar novas habilidades, como fazem o personagem ter mais energia ou poder usar "combos" mais avançados. Agora, os cavalos também podem evoluir.

Desta vez, o foco é ter movimentos de luta mais fluidos, com seqüências de movimentos que podem ser quase ininterruptos, se os botões certos forem pressionados no tempo correto.

As fortalezas, que são pontos estratégicos e podem ser conquistados, estão mais variados. Agora, há os castelos, que são mais resistentes, e as torres, que são protegidas por uma legião de arqueiros.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Pro Evolution Soccer 2011: Brasileirão - Xbox360

Depois de muita espera, os proprietários do Xbox360 tem a chance de jogar o Pro Evolution Soccer 2011 com os times brasileiros da primeira divisão. O jogo acaba de sair do forno cheio de novidades para os craques do gramado virtual.

O jogo traz todos os times da primeira divisão do Brasileirão e da segunda divisão e como sempre, os times internacionais. E também, tem disponivel a Libertadores da América e Champions League. Os escudos e nomes dos times europeus foram corrigidos. O jogo já traz Ronaldinho Gaucho no Flamengo e outros

Entre em campo com seu time favorito e conquiste a América. Pro Evolution Soccer 2011: Brasileirão é para quem é fera no esporte!


Banner Planos MegaUpload 3 468x60

Army of Two: The 40th Day - Xbox360

A Electronic Arts traz uma sequencia do jogo para o Xbox 360, PlayStation 3 e, pasmem, ao PlayStation Portable, ou PSP. O primeiro jogo da franquia possuía foco declarado no modo cooperativo, o que foi aperfeiçoado em The 40th Day.

A abordagem do cooperativo se torna mais orgânica, habilitando um número muito maior de táticas cooperativas, algo bastante limitado no primeiro Army of Two. Além disso, as táticas recebem modificações conforme o jogador avança pelo cenário.

A inteligência artificial também parece ter sido aperfeiçoada, e se você for jogar numa partida de um só jogador, perceberá a diferença na ação do personagem controlado pela máquina, que se comporta como se fosse um ser humano jogando.

Outra coisa que muda é que, ao invés do jogo se passar em diversos lugares do globo, como seu antecessor, The 40th Day traz um só cenário: Shangai. O enredo também muda e se torna bem mais linear, seguindo o estilo de filmes de ação hollywoodianos.

A sequencia se passa algum tempo após o final do primeiro título, e os personagens do primeiro jogo, Salem e Rios, fundaram uma corporação militar particular própria, a TransWorld Operations, cuja sigla é TWO. Ao iniciarem um trabalho rotineiro em Shangai, uma corporação adversária ataca e destrói uma parte da cidade, aprisionando os heróis na cidade e obrigando-os a lutar por suas próprias vidas.

O jogo traz uma série de melhorias e novos elementos, mas as provocações características entre ambos os personagens do jogo aparentemente foram retiradas do jogo, o que não é tão positivo, dado que poderia tornar-se uma característica humorística da série.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Project Gotham Racing 4 - XBox 360

Project Gotham Racing 4 é um jogo de corrida-arcade onde o jogador segue uma carreira ganhando pontos chamados Kudos. Além da vitória, Kudos são obtidos através de manobras como derrapagens, ficar sobre 2 rodas e "pegar vácuo" atrás dos veículos adversários. Para ajudar no progresso do jogo, há mais de 130 veículos possíveis de serem comprados incluindo aí motos.

A quantidade de cenários vão desde a movimentada vida noturna de Nova Iorque até cidades mais exóticas e curiosas como Shanghai. A qualidade gráfica é exemplar e a tecnologia criada pela desenvolvedora, a Bizarre Studios, é capaz de modelar perfeitamente desde uma Ferrari Enzo até uma motocicleta potente como as da marca Ducati. Para dar um elemento dinâmico ao jogo, o tempo poderá variar de um dia ensolarado para uma chuva torrencial repentinamente, exigindo dessa forma cautela e precaução dos pilotos ao se fazer as curvas, uma vez que a pista está muito mais escorregadia.

O jogo é exclusivo para o Xbox 360 e pode ser desfrutado também em até 8 jogadores no modo online, permitindo nesse mesmo modo que o jogador desfile seus modelos personalizados feitos no setor de tunning do game, além de mostrar fotos e vídeos dos melhores momentos que ele passou pelos circuitos. A inteligência artificial está melhorada em relação ao anterior e os painéis dos veículos ambientam satisfatoriamente aqueles que gostam de dirigir sob a perspectiva de dentro do automóvel.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

22 de fev de 2011

Tatsunoko vs. Capcom: Ultimate All-Stars - Nintendo Wii

No final de 2008 o Wii recebeu com exclusividade no Japão o jogo de luta "Tatsunoko vs. Capcom: Cross Generation of Heroes", nova investida da Capcom na popular série "vs." que fez sucesso nos anos 90 pela mistura de personagens da Capcom e da editora Marvel.

Desta vez os heróis da produtora de games encararam figuras da Tatsunoko, notória produtora nipônica de desenhos animados dona de franquias famosas, como "Speed Racer", "Gatchaman" e "Neon Genesis Evangelion". Além disso, o título atualizaou o formato da série, trazendo gráficos tridimensionais com filtro cel shading (que aproximam o estilo ao gráfico de desenhos animados) e uma mecânica simplificada, com menos botões.

O título recebeu críticas muito positivas do público e imprensa oriental, mas a princípio ficarria restrito ao mercado de lá por conta das dificuldades de licenciamento dos personagens da Tatsunoko aqui no ocidente.

Ainda assim, a Capcom provou mais uma vez que é uma das desenvolvedoras de games mais produtivas e empenhadas e trouxe "Tatsunoko vs. Capcom" para este lado do planeta, agora com o subtítulo "Ultimate All-Stars". Não apenas isso, uma série de novidades marcantes foram implementadas, como personagens inéditos, ajustes nos controles e a opção de partidas online.

Golpes especiais exagerados

A estrutura básica permanece a mesma estabelecida por "X-Men vs. Street Fighter", de 1996: duplas de lutadores se enfrentam em combates de golpes e movimentos exagerados, como pulos gigantescos, combos aéreos e magias que ocupam a tela inteira, causando dezenas de acertos no oponente. Durante a partida é possível trocar de personagem a qualquer momento e até realizar golpes especias em dupla.

"Tatsunoko vs. Capcom" inaugura duas novas técnicas que ajudam a equilibrar lutas e adicionam certa dose de estratégia. Um deles é o Mega Crash, que consome dois níveis da barra de especial e um pequeno pedaço de energia, mas permite quebrar qualquer combo realizado pelo oponente - mesmo em golpes especiais.

O outro é o Baroque, que sacrifica a parte vermelha da energia de seu lutador (parcela de saúde perdida, mas que se recupera quando se troca de lugar com o parceiro) em troca de força extra por um pequeno período de tempo, o que ajuda a deixar combos potentes ainda mais fortes.

Fáceis de usar e difíceis de dominar, o Baroque e o Mega Crash trazem uma camada extra de profundidade e deixam partidas imprevísiveis e empolgantes, revitalizando o esquema utilizado há anos por outros jogos.


O desafio de Chun-Li

A variedade de personagens é grande e eclética, privilegiando tanto figuras famosas (como Ryu e Chun-Li) quanto personagens não tão clássicos (a exemplo de Mega Man Volnutt, da vertente "Legends" da franquia). Os heróis da Tatsunoko são em grande parte desconhecidos deste lado do planeta, mas não deixam de ser interessantes. De fato, muitos até remetem vagamente a personages dos "vs." anteriores - Tekkaman lembra Capitão América e Casshan tem traços de Captain Commando.

Adicionalmente, "Ultimate All-Stars" traz ajustes que equilibram ainda mais os embates, anulando combos infinitos e outros deslizes presentes na edição japonesa. Na prática esta acaba sendo uma versão "Champion Edition" ou "2nd Impact", em comparação ao que a própria Capcom fez com "Street Fighter", pois traz ajustes e novos lutadores.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Avatar: The Game - Nintendo Wii

Durante a E3 2009, a Ubisoft surpreendeu ao colocar no palco o consagrado diretor James Cameron, o mesmo de "True Lies" e "Titanic". O cineasta foi anunciar o jogo baseado em seu mais recente filme, "Avatar", tido como o próximo passo na evolução de efeitos especiais e outros elementos tecnológicos da indústria do cinema, misturando elementos digitais a atores de carne e osso em composições que imitam a holografia para exibição em 3D.

A história do game conta com eventos paralelos e trechos que aparecem no longa-metragem. Tudo gira em torno do planeta Pandora, um pequeno satélite em órbita de uma gigante massa de gás. Lá moram os Na'vi, uma raça alienígena formada por humanóides gigantes que vivem pacificamente até a chegada de terráqueos do século XXII.

Como humanos não podem respirar no lugar, é criada uma tecnologia que cria híbridos entre homens e na'vis, os chamados Avatares, constructos controlados mentalmente por seus donos. Um deles é o ex-fuzileiro paraplégico Jake Sully, que logo se envolve em um conflito entre os Na'vi e as forças colonizadoras da Terra e se apaixona pela princesa alienígena.

Cameron trabalhou bem de perto com a equipe de desenvolvedores e forneceu todo tipo de material de produção para criar o jogo mais fiel possível. Mesmo com a fama de controlador, o cineasta deu carta branca para os roteiristas desenvolverem seqüências novas e os artistas criarem novas armas e veículos. No fim, elementos criados originalmente para o game acabaram entrando no filme.

Assim, o jogo de ação expande a aventura e proporciona uma grande infinidade de itens, desde tanques a naves, para que o jogador possa explorar todos os cantos de Pandora e colocar fim ao conflito.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

Naruto: Dragon Blade Chronicles - Nintendo Wii

Naruto Shippuden: Crônicas Dragon Blade , conhecida como Naruto Shippuden: Ryujinki ( literalmente, "Hurricane Chronicles Naruto: Crônicas da Espada do Dragão") no Japão, é um jogo para o Wii . Ao contrário da série Clash of Ninja , o jogo é mais um free-roaming hack-and-slash videogame. Apesar disso, ele parece usar gráficos semelhantes ao referido Clash of Ninja jogos, e ainda reutiliza vários modelos. Todos os personagens usam novos equipamentos blindados que são baseados em seus trajes normais, com excepção da Tsunade e Jiraiya .
A história é vagamente baseado na perseguição Itachi Arc , e parece ter lugar logo após seu início. Naruto é meio 'da história é mais original para o jogo, e gira em torno de um pequeno esquadrão de Konohagakure ninja tentando parar Kuroma , uma dos últimos membros do antigo Dragão Guardiães, de libertar e tomar o poder do Genryu, cinco dragões poderosos originalmente selado no Monte Koryu, por vingança. Para isso, Naruto deve matar cada Genryu com o antigo Dragon Blade, que lhe foi dada pela irmã mais nova de Kuroma, Akari. Para Sasuke é meio 'da história, por outro lado, ele já formou Hebi no momento em que a história começa, a fim de caçar e matar Itachi . No entanto, seus esforços são dificultados pela Akatsuki s tentativas de capturar o Genryu que Kuroma convocou para seus próprios propósitos. Ao longo da história, o jogador quer joga como Naruto ou Sasuke ao longo de sua jornada, utilizando suas pás e respectivos "membros da equipe habilidades para lutar por vários níveis.

Quase todos os personagens têm pergaminhos inerentes às suas roupas novas. Em termos de jogo, esses rolos são usados para executar o jutsu de natureza elementar que não é natural para o usuário, ou para aumentar o poder do jutsu que o usuário já sabe. Por exemplo, Naruto pode usar Earth Release , Release Água , Fogo de lançamento , e Raio de lançamento , que não são de sua natureza elementar. A armadura que os personagens não é para proteger os seus sistema de chakras do ambiente do Monte Koryu, que normalmente tem o efeito misterioso da prestação as pessoas incapazes de usar seu chakra e lutar.

Banner Planos Rapid-Share e MegaUpload 1

2leep.com